1/7

NOSSOS SONHOS

A SETE atua desde 1994 promovendo inclusão social a partir de atividades educativas e socioassistenciais. Atualmente, nossas ações giram em torno dos eixos que podem ser conhecidos na aba "Nossas ações", que tem possibilitado a inclusão de centenas de crianças, jovens e adultos da região do Setor Madre Germana, em Goiânia. No entanto, nossos sonhos são maiores! Juntamente com a comunidade, temos sonhado com a melhoria da abrangência e força dos projetos existentes, tanto quanto a inclusão de novos e mais audaciosos projetos, que possibilitem maiores e mais potentes ferramentas para a superação das desigualdades e injustiças sociais encontradas na nossa realidade de atuação.

Neste sentido, temos buscado, de um lado, a ampliação e diversificação das atividades oferecidas às crianças e adolescentes no contraturno escolar, nas ações "Esporte e lazer", "Tecnologias e educação", dentre outras. Precisamos ampliar nossa equipe de profissionais para oferecer novas e diversificadas atividades (por exemplo, profissionais ligados à educação artística), tanto quanto possibilitar a ampliação do número de crianças e adolescentes atendidos diariamente no contraturno. Por outro lado, a demanda pela empregabilidade, especialmente entre os jovens, requer tenhamos que ampliar e diversificar o acesso à formação profissional, seja a partir de novos e variados cursos, seja a partir de um programa de aprendizagem jovem, que encaminhe-o para o primeiro emprego. Estes são nossos sonhos de médio prazo!

Por fim, cremos que um passo seguinte seja a criação de uma escola regular inovadora, com inspiração da Escola da Ponte, para que possamos efetivamente - e com o apoio da comunidade e responsáveis - assumir o processo de escolarização das crianças e adolescentes das nossas atividades, não só no contraturno, mas também no turno regular. Sobre isso, muitos dos nossos educadores têm pesquisado, visitado escolas em diversas cidades do Brasil inspiradas na Ponte, no intuito de trazer estas inspirações para a construção da Escola da SETE.

Isso tudo naturalmente só será possível com o crescimento também financeiro da nossa instituição, e para que o crescimento progressivo seja feito com sustentabilidade, necessitamos persar não só a melhoria das ações já existentes de arrecadação e de parcerias, como também a sua ampliação. Neste sentido, temos como um dos projetos para autossustentabilidade financeira a criação de uma empresa de aquaponia, tecnologia que temos - juntamente com os educandos - aprendido a dominar, em razão das atividades da Sala Verde, e que pode ser feito em larga escala.

©Rafael Marcelino